sexta-feira, 12 de novembro de 2010

INTERPRETAÇÃO DO TEXTO: A ESTRANHA PASSAGEIRA

 Quem não gosta de ouvir ou ler uma história divertida, contada com graça e expressividade?


 Stanislaw Ponte Preta divertiu seus leitores contando casos com muito humor, como o que você acabou de ler.

 E você, conhece alguma anedota, piada ou caso engraçado para contar em classe?

 Conte, para que todos dêem boas risadas!





1. O texto nos fala sobre:



 ( ) Uma passageira.

 ( ) Uma viagem de avião.

 ( ) De u moço que conta os vexames de uma senhora no avião.



2. A senhora pediu que o moço se sentasse a seu lado para ....



 ( ) Fazer-lhe companhia.

 ( ) Acalmá-lá, pois acreditava que ele pudesse fazer isto.

 ( ) Conversar sobre a viagem.

 ( ) Protegê-la caso ela caísse.



3. Podemos afirmar que a passageira do avião era:



 Marque a opção verdadeira.



a. Uma elegante senhora.

b. Uma senhora gorda e desajeitada.

c. Uma dama acostumada a viajar de avião.

d. Uma senhora muito acanhada.

e. Uma mulher simples, mas curiosa.

f. Uma mulher introvertida.



( ) Somente o item 1 e o item 4 são falsos.

( ) O item 2 e 5 são verdadeiros.

( ) O item 2 e 6 são verdadeiros.

( ) Somente o item 5 é verdadeiro

( ) Os itens 2,3 e 4 são falsos

( ) Nenhuma das opções estão corretas.



4. “- Para que esse saquinho aí? “Ao fazer essa pergunta a passageira:



 ( ) Fez em todo brando para que os outros passageiros não a ouvissem.

 ( ) Fez em tom bem alto para chamar atenção dos outros passageiros.

 ( ) Fez em tom alto, pois ela realmente não sabia a sua utilidade.

 ( ) Fez em tom alto para irritar o companheiro que estava ao seu lado.



5. As pessoas adivinharam a resposta referente a pergunta: “ – Para que serve esse saquinho ai porque ...”



 ( ) Ela repetiu a resposta em voz alta.

 ( ) Ela fez outras perguntas em seguida, que quem as ouvisse adivinhariam a resposta dada por ele.

 ( ) Ele falou a resposta em tom vem alto, de maneira que os passageiros ouviam.

 ( ) Os demais passageiros fizeram uma Leitura Labial do companheiro de banco da passageira.



6. De acordo com o texto podemos afirmar que:



 ( ) Todos os passageiros riram da passageira quando esta perguntou sobre a serventia do saquinho.

 ( ) A passageira falava tão baixo que nem seu amigo da poltrona a escutava direito.

 ( ) A passageira era muito ingênua, pois não colocava maldades nas perguntas que ela fazia.

 ( ) A passageira não sabia mesmo a serventia dos saquinhos e nem o que era emergência.

 ( ) A passageira estava se fazendo de ingênua para sacanear os demais passageiros.

 ( ) O companheiro de banco da passageira era uma senhora muito elegante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário